Cetáceos MadeiraMétodos e Técnicas

Novidades do Projecto

 

 

Visite o site do Museu da Baleia da Madeira

O Projecto Cetáceos-Madeira obteve uma prorrogação até finais de 2004, tendo sido atingidos os objectivos inicialmente propostos. Pode consultar aqui as principais metodologias e os principais resultados obtidos.

Pode fazer download de vários documentos relacionados com o projecto, clicando aqui.

 

28 Mai 2003 - Durante a cerimónia do 13º aniversário do Museu da Baleia, foram entregues os prémios do concurso "Vamos Conservar os Nossos Cetáceos". Concorreram trabalhos realizados por alunos das várias escolas da região, onde foram realizadas palestras sobe a temática da conservação dos cetáceos do arquipélago da Madeira. Os prémios foram gentilmente oferecidos por várias empresas (Miguel Viveiros, Bazar do Video, Dom Pedro Hotels, Vasconcelos & Abreu, Enotel-Hotel do Santo, Papelaria Blita, Foto Sport, FNS Informática, Maré, Ás do Desporto, Turisvaz) – RA

 

12 Out 2002 - Chegada da nova embarcação do Museu da Baleia. O veleiro será utilizado nos trabalhos de investigação do Museu. Iniciaram-se algumas reparações e adaptação à sua utilização em trabalhos de investigação sobre cetáceos.- RA

 

 

 

 

 

29 Ago 2002 - Foi avistada mais uma espécie pouco comum nas águas do arquipélago da Madeira - o golfinho de dentes rugosos ou caldeirão (Steno bredanensis). Esta espécie não tinha ainda sido avistada durante o decorrer do projecto. A equipa do Museu da Baleia, teve oportunidade de obter imagens subaquáticas, assim como gravações das vocalizações produzidas pelos animais. -RA

 

 

 

 

12 Ago 2002 - A equipa do Museu da Baleia efectuou uma viajem às ilhas Selvagens com o objectivo de realizar sensos de cetáceos nas águas em volta das ilhas. A viajem, teve a duração de 10 dias, realizou-se no veleiro do Parque Natural da Madeira - Buteo. Durante a viajem foram avistados alguns grupos de cetáceos, inlcuindo bocas-de-panela (Globicephala macrorhynchus) e roazes (Tursiops truncatus), e escutados grupos distantes de cachalotes (Physeter macrocephalus). -RA

 

 

 

7 Ago 2002 - Deram-se inicio aos trabalhos de observação de cetáceos a partir de estações em terra. Os operadores destas estações utilizam um sistema composto por um teodolito digital e computador portátil, para estimar as posições relativas de embarcações e dos animaos. Estes trabalhos têm como objectivo o estudo do impacto das actividades das embarcações marítimo-turísticas, na vida dos cetáceos.-RA 

 

 

 

 

 

18 Jul 2002 - Deu-se inicio aos trabalhos de censos aéreos de cetáceos, usando o helicóptero da empresa Heliatlantis, com o apoio da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais. Os sensos aéreos permitem percorrer uma àrea maior em menos tempo, comparativamente aos sensos náuticos que se têm vindo a realizar desdo o inicio do projecto. -RA

 

 

 

23 Mai 2002 - Lançamento do livro Mamíferos Marinhos do Mar do Arquipélago da Madeira, o segundo livro da colecção Biodiversidade Madeirense: Avaliação e Conservação editada pela Direcção Regional do Ambiente da RAM. Este livro teve como autores Luis Freitas, Ricardo Antunes e Carla Freitas do Museu da Baleia, e Rosa Pires do Parque Natural da Madeira.-RA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

13 Mai 2002 - Durante a realização de transectos entre as ilhas da Madeira e Porto Santo, a equipa de investigação do Museu da Baleia avistou um grupo de 5 a 10 baleias comuns (Balaenoptera physalus). O grupo incluía pelo menos uma fêmea com uma cria. As baleias aparentemente estavam a alimentar-se de pequenos crustáceos planctónicos, vulgarmente conhecidos por krill. -RA

 

 

 

 

 

04 Fev 2002 - Realizou-se uma primeira reunião com os operadores de Whale e Dolphin Watching da Madeira, com o objectivo de propor a implementação do regulamento voluntário de observação de cetáceos. A reunião serviu também para apresentar os trabalhos de investigação sobre os impacto da actividade de Whale Watching que a equipa do projecto irá realizar, e para preparar a realização de um workshop sobre o regulamento voluntário. A reunião gerou uma discussão interessante, e os operadores turisticos pareceram receptivos às ideias apresentadas. - RA

 

 

12 Set 2001 - Durante uma das saida para efectuar transectos na costa oeste da ilha da Madeira, a equipa de investigação do Museu da Baleia avistou um grupo de cerca de 20 grampos (Grampus griseus). Esta espécie não é muito comum nas águas da Madeira, e foi a primeira vez que esta espécie foi avistada durante o decorrer do projecto. - RA

 

 

21 Fev 2001 - Um grupo de cachalotes com perto de 100 animais foi avistado a sul do Funchal. Assim que soube da noticia, cerca das 19:00, a equipa de investigação do Museu da Baleia saiu para o mar para interceptar o grupo que se dirigia para leste. Assim que saímos do porto de Machico começamos de imediato a ouvir os estalidos dos cachalotes mas a noite caiu sem que tivéssemos avistado um cachalote. Permanecemos toda a noite no mar seguindo o grupo com o auxilio do hidrofone até ao nascer do sol, quando avistamos o primeiro sopro. Seguiu-se um dia cheio de trabalho de foto identificação e gravação das vocalizações dos cachalotes. Durante todo o dia permanecemos com os animais sempre avistando algum outro mais adiante. Os animais estavam bastante activos, mergulhando para se alimentar, saltando fora de água, e batendo com a cauda. Avistamos várias crias, uma delas completamente branca, e uma outra com uma mancha branca no lado esquerdo. - RA 

 

 

 

 

 

Design by

Nº de Visitantes

Hosted by

 

 

 

Copyright 2000 Museu da Baleia - Madeira, all rights reserved